Meus amigos... Gente linda que me apóia e acompanha, me curte e me incentiva. Obrigada à todos!

3 de set de 2011

Assim como as flores


Assim como as flores

Senhor, conceda-me a graça
De viver assim como as flores...
Poder influenciar
Com aromas e cores
Por onde eu passar.

Assim como as flores
Poder enfeitar
Mesmo depois de colhida
No bem me empenhar
Na morte, anunciar vida.

Assim como as flores...
Que alteram o ambiente
E modificam a paisagem
Viver sempre contente
Levando a tua mensagem.

Pois assim como as flores
Que precisam de luz e calor
Buscam no Sol a energia
Assim, eu preciso de ti, senhor
Preciso de ti, cada dia.

Sim, como as flores
Que estão no campo a crescer
E recebem de ti alimento
Exulto em depender
De ti para o meu sustento.

Assim como as flores
Em sua fragilidade
Que são pela manhã
E já não o são à tarde...
Mas, ser tua por toda a eternidade.

Assim como as flores
Que linda comparação
Quero ser mesmo assim
Independente da estação
Fazer parte do teu jardim.

Assim, como uma flor
Com uma nobre missão
Conceda-me, Senhor, eu insisto:
Exalar com devoção
O bom perfume de Cristo.


Esta poesia também está aqui:
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasevangelicas/3232782
Minha página em Recanto das Letras

e aqui:
http://luciberg.blogspot.com/2011/10/assim-como-as-flores-senhor-conceda-me.html?showComment=1319070920170